Total de visualizações de página

segunda-feira, 2 de maio de 2011

O Grande Acontecimento 35 - João Víscido e os adesivos de família feliz

Ora, João Víscido subitamente viu-se aflito: não tinha em seu carro os adesivos de família feliz. Estava humilhado: o Viegas, dono da corretora de imóveis em que João trabalhava, já colara os seus, ainda que tivesse setenta anos e mais cachorros do que filhos, depois de duas esposas perdidas, que religiosamente aderira, etéreas, no porta-malas do carro importado, além da cocota de trinta anos que lhe chupava as partes e as economias; o Dias, corretor medíocre, mas que ganhava as maiores comissões, aderira superlativamente a esposa, os dois filhos, a namorada de um deles e o namorado do outro à traseira do hatch prepotente que comprara em quarenta e oito prestações, arrogando-se de ser um homem de cabeça aberta por aceitar a orientação sexual do caçula; até Eliciane, a faxineira, adesivara a mãe, Das Dores, e o namorado churrasqueiro ao Fusca velho e amarelo, em caricatura banal, em que ele empunhava um espeto fálico. O carro popular, dum cinza automotivo tipicamente brasileiro, tinha de ser marcado da glória do clã dos Víscidos.

Acontecia, contudo, que João não tivera filhos;  a namorada não aceitava mudar-se para a casa dele - o que todos na imobiliária sabiam: João, quando bebia, contava o que não devia e alisava Eliciane, sob o bafo da cerveja de sexta. Não havia que fazer: render-se à expressão adesivada e solitária que experimentara desde que a mãe morrera, ou virar a mesa e dar um ultimato à amada.

Mas ela não se dobrava aos convites e às promessas de João - a mulher tinha a própria vida, pagava as contas, não ia submeter-se aos caprichos de um grudento, digamos tudo. João não teve dúvidas: colou o adesivo de casal mesmo assim, orgulhoso de si, na esperança de que a representação caricata de uma família feliz pudesse constituí-la.

E assim foi: a namorada encantou-se da declaração de amor mais singela que se lhe fizera e mudou-se para a casa de João, que ostentou, orgulhoso, no estacionamento da imobiliária, o adesivo simples do casal que acabava de se constituir em família feliz.

2 comentários :

Elyciane disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
stardust disse...

hahahahhaa!!!! sensacional!!