Total de visualizações de página

quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

"Não éramos tão assim", Pélico

Não éramos nada tão assim: só éramos e somos normais. O que resta é ir em paz.



Não éramos tão perfeitos assim
Não éramos tão tolerantes assim
Não éramos tão à flor da pele assim
Não éramos tão liberais assim

Não éramos tão cintilantes assim
Não éramos tão voluveis assim
Não éramos tão o tempo todo assim
Não éramos tão fiéis assim

Mas se você não me quer mais
Eu vou em paz
Já que você não me quer mais
Eu vou em paz

Não éramos tão seguros assim
Não éramos tão poéticos assim
Não éramos tão geniais assim
Não éramos tão perigosos assim

Mas se você não me quer mais
Eu vou em paz
Já que você não me quer mais
Eu vou em paz

Nenhum comentário :